13 outubro, 2007

Horário de verão: vale a pena?

Uma medida que foi adotada pela primeira vez em 1931 por cinco meses. Em seguida, utilizada novamente em 1967. Depois, foi adotada sem interrupções apartir de 1985. Porém, é fato: o horário de verão virou um costume para os brasileiros do centro-sul do país, apesar de gerar alguns transtornos.

A verdadeira questão é: ele realmente faz com que se tenha uma economia energética? As empresas alegam que sim, algo em torno de míseros 1% e pra justificar, dizem que é o mesmo que o consumo de uma cidade do tamanho de [insira nome de cidade com mais de 800 mil habitantes].

Mas se o relógio é adiantado uma hora pra aproveitar melhor a iluminação do sol no final do dia, porque quando acordamos está tudo escuro e, da mesma forma, precisamos ligar a luz? É uma contradição estranha. Segundo o operador nacional de energia elétrica, o horário de verão ajuda a "diluir" o pico de consumo elétrico, e como efeito colateral a diminuição do consumo. Com as próprias palavras:

"Isso é possível, pelo fato da parcela de carga referente à iluminação -- incluindo a pública -- ser acionada mais tarde, que normalmente o seria, motivada pelo adiantamento do horário brasileiro em 1 hora. O efeito provocado é de não haver a coincidência da entrada da iluminação, com o consumo existente ao longo do dia do comércio e da indústria, cujo montante se reduz após as 18 horas."
Agora, o problema não é nem a economia de energia, e sim a completa desregulagem do relógio biológico de todos nós. Acordar uma hora mais cedo do que o costume causa um grande mal estar ao organismo. Eu pessoalmente ABOMINO esse horário. O dia parece que passa muito mais rápido que o normal(alguns contestam dizendo que demora mais) e que no final do dia ainda existe sol.

Quando você imagina que são 15h, na verdade são 16h. Quando você pensa que faltam uma hora pra acordar, o despertador te avisa que não: já estamos uma hora adiantados. E dessa forma todos nós precisamos correr pra adiantar nossa vida UMA MÍSERA HORA pra economizar energia. Não seria mais saudável(tanto para a natureza como conosco) realizar a economia de energia elétrica em nosso dia a dia? Desligar lâmpadas, os aparelhos que não estejam sendo usados, trocar o sistema de aquecimento elétrico do chuveiro por um solar, etc?

Além de que eu fico pensando: coitados de nossos amigos Acreanos e do extremo oeste do Amazonas. Além de ter um fuso horário de menos 2 horas em relação a Brasília, com o horário de verão, ficam defasados 3 horas. Mas não deve ser tão ruim assim. Pelo menos eles podem assistir o Jô às 9h da noite.

0 Comentários:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos. Desde que escritos de uma forma correta. Lembre-se que o seu direito acaba onde começa o de outro.