27 outubro, 2007

Operação Raposa de fogo

A Fundação Mozilla, dententora de um dos navegadores que mais cresce em utilização no mundo, organiza uma operação de guerra para fazer a divulgação do seu produto: o recrutamento de pessoas interessadas a colar um adesivo do logotipo do Firefox em lugares onde atinja o maior número de pessoas possível, levando em conta os 4 pilares seguidos pela fundação ao desenvolver seu produto(performance, customização, segurança, comunidade).

Os participantes devem enviar um plano explicando como, onde e porquê irão colar o adesivo de mais de 1 metro de diâmetro para a divulgação do navegador. Serão selecionados os 50 melhores planos e para os primeiros lugares serão sorteados um Macbook e três Nintendo Wii.

A Mozilla deixa bem claro que os custos para realização da "aventura" e quaisquer outros problemas "legais" ficam a cargo de quem for botar em prática a idéia. Mas essa "operação de guerra" só está disponível em países onde a Mozilla possui escritórios, ou seja, nada aqui no Brasil. E mesmo que tivesse um em São Paulo, com a nova lei do Kassab(contra a poluição visual), nem iria dar pra fazer muita coisa mesmo.

Mas é interessante ver que a comunidade do software livre também pode se organizar com ótimas idéias para entrar de cabeça em um mercado cada vez mais dominado por marketeiros que cobram fortunas por comerciais nem sempre eficientes.

OBS = A garota da imagem não está participando da operação de guerra. Tenho a impressão que se estivesse, ia chamar muito mais a atenção que colar um monte de adesivos a torto e a direito.

4 Comentários:

Rafael disse...

Isso vai dar problema pra Mozilla, quem viver verá!

PS: Caralho, que loira!

Rafael disse...

Pra que adesivos..de fato camisetas fazem mais efeito...MUITO mais efeito...um efeito ENORME...

Alias...eles tem nome?

Renan disse...

Se tem nome? Olha, não sei.
Normalmente elas dão nomes pra eles sim, mas fiquei com vergonha de perguntar pra ela. xD

wagner disse...

como eh o nome dessa loira ?

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos. Desde que escritos de uma forma correta. Lembre-se que o seu direito acaba onde começa o de outro.